Consulado Geral de Portugal em Lyon

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Assembleia da República condena atentado de Carcassonne

A Assembleia da República portuguesa votou esta tarde um voto de condenação e de pesar pelo atentado de Carcassonne na semana passada.

«Foi com profunda consternação que a Assembleia da República tomou conhecimento da ocorrência de um novo atentado terrorista, na passada sexta-feira, 23 de março, em Carcassonne, no sul de França» diz o documento. Deste ataque resultaram 5 mortos, entre os quais o próprio atacante, e 16 feridos.

«Entre os feridos, continua em estado grave o cidadão português Renato Silva, de 26 anos, natural de Coimbra e filho de imigrantes portugueses em França».

O documento que os Deputados aprovaram por unanimidade diz que «o terrorismo é uma ameaça global que exige respostas globais e cooperativas». Por isso, «a Assembleia da República reafirma o compromisso de Portugal no combate ao terrorismo e sublinha a ação determinada e corajosa das autoridades policiais francesas, em particular do Tenente-Coronel Arnaud Beltrame, que perdeu a vida ao trocar de lugar com um refém».

«Assim, reunidos em Sessão Plenária, os Deputados à Assembleia da República expressam a sua condenação por estes atentados, transmitindo o mais profundo pesar às famílias das vítimas e a sua mais sincera solidariedade às autoridades e ao povo francês» termina o Voro de Condenação e Pesar aprovado pelas Deputados e pelos Deputados portugueses.

 
FacebookTwitterGoogle +E-mail