A Associação Portuguesa Pélerinage Mont Roland (Dòle,Jura) organizou no sãbado e domingo passados, dias 12 e 13 de maio, a festa em honra de Nossa Senhora de Fátima, que é celebrada há mais de 50 anos no Santuário de Mont Roland, com a presença do Cônsul-Geral de Portugal em Lyon, Luis Brito Câmara, com o deputado francês Jean-Marie Sermier e que tem tido o apoio de centenas de pessoas e voluntários, bem como das autoridades francesas, que se disponibilizaram para ajudar na organização da cerimónia, da logística associada (segurança, transporte, apoio médico, etc.) e às diversas atividades de apoio aos peregrinos como a restauração e venda de produtos portugueses.  

A cerimónia religiosa Católica foi presidida pelo Bispo Vincent JORDY, com a presença de diversos Padres, nomeadamente com o Padre português Abilio ANTUNES LOPES, que veio de Portugal, e contou com mais de 5.000 pessoas, que celebraram a festa religiosa e uma festa de convívio da comunidade portuguesa, com peregrinos portugueses e franceses que vieram da França inteira e do estrangeiro como da Suiça, Luxembrurgo, Bélgica, Alemanha e outros países.

O Presidente da Associação, Sr. Fernando Pereira, congratulou-se com o evento e o sucesso de conseguir reunir milhares de pessoas durante dois dias em Mont Roland, tendo sublinhado sempre que tal só é possível graças ao trabalho e dedicação de centenas de voluntários, e às equipas a quem agradeceu.

O Cônsul-Geral aproveitou para agradecer o convite e sublinhou a importância de participar numa festa com as Comunidades portuguesas, festa essa que constitui um traço cultural e religioso profundo do povo português e da sua liberdade religiosa. Manifestou a sua satisfação pela excelente organização do evento, possível graças à associação portuguesa, aos voluntários portugueses e às autoridades francesas. Referiu que o evento confirma a ligação crucial com Portugal e a presença das comunidades portuguesas em França, de que se felicitou um avez que reforça a amizade entre ambos os países.

De manhã decorreu a festa religiosa, e de tarde, após o almoço, teve lugar um convívio com diversos grupos de danças folclóricas das associações portuguesas (Associação Isabel de Portugal de Dijon e de Genéve).

  • Partilhe