SECP

Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora (GAID)

O Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora é uma “plataforma orgânica” renovada, vocacionada para identificar, apoiar e facilitar o micro e pequeno investimento com origem nas Comunidades Portuguesas e Luso-descendentes dirigido a Portugal, acompanhar projetos em curso ou em perspetiva e estimular e orientar as iniciativas de internacionalização de empresas de base regional, da referida dimensão.

Para cumprir aqueles objetivos, o GAID atua em estreita coordenação com a rede diplomática e consular, assumindo a qualidade de eixo funcional e interativo entre os agentes económicos e representativos do associativismo empresarial da Diáspora, o tecido empresarial nacional e entidades e organismos do Estado que, em função da matéria e tutelas, se integram neste ciclo de intervenção.

No mesmo sentido, opera em rede com os Gabinetes de Apoio ao Emigrante junto de um número crescente de Municípios nas vertentes do empreendedorismo e da promoção das potencialidades económicas locais e do desenvolvimento regional.

Para esse efeito a rede de GAEs está a ser ampliada, e atualizada com a introdução de novas valências estimulando a vocação para a abordagem empresarial e económica. Estes Gabinetes de Apoio ao Emigrante são designados de 2ª geração.

Como complemento operacional e suporte destas dinâmicas, o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, estabeleceu uma rede de pontos focais onde estão representantes das entidades institucionais, tais como ministérios, institutos e organismos públicos, e outros que permitem facilitar e canalizar a informação necessária ao tratamento dos processos, projetos e propostas provenientes dos investidores e promover a agilização possível e necessária para resposta adequada às exigências deste setor

  • GAID – Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora 

Email: gaid@mne.gov.pt

Telefones: (+ 351) 21 394 6447 /21 394 6406

  GAE – Gabinetes de Apoio ao Emigrante

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/gabinete-de-apoio-ao-emigrante-gae

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/images/Registered/GAID_Entrevista_Luisa_Pais_Lowe_PORT_COM_Outubro.pdf

Encontra-se em preparação o “II Encontro de Investidores da Diáspora”, a decorrer nos dias 15 e 16 de Dezembro de 2017, no Castelo de Santiago da Barra, em Viana do Castelo. O evento pretende afirmar-se como oportunidade de reunir em Portugal, empresários residentes no exterior, Câmaras de Comércio, responsáveis municipais e agentes ligados aos investimentos e à internacionalização para, a um tempo, valorizar a importância económica da Diáspora e a dimensão estratégica do mercado global que representa e proporcionar um ambiente favorável ao networking, à partilha de experiências, à identificação de afinidades, ao conhecimento e ao lançamento de bases de futuras e eventuais parcerias numa pluralidade de áreas de atividade económica.

 

INSCRIÇÕES

Caso esteja interessado em estar presente, por favor confirme a sua presença até ao próximo dia 17 de novembro, para o endereço de correio eletrónico gaid@mne.gov.pt .

Nessa mensagem, por favor, mencione: Nome, Empresa ou entidade, endereço de e-mail, contacto telefónico e outras informações que julgue relevantes.

 

Para além do projeto de programa que já pode consultar nesta página, podemos adiantar alguns detalhes:

 

Não existem custos de inscrição. As deslocações e estadia serão naturalmente da responsabilidade de cada participante.

Existirão cinco painéis, três institucionais e informativos com enquadramento de políticas estratégicas setoriais ao mais alto nível e de transferência de conhecimentos essenciais aos investidores pelos responsáveis das entidades fundamentais, e mais dois painéis, reservados à expressão e demonstração de projetos e propostas de diversas áreas e interesses.

Preparamos toda uma logística de apoio e de conforto que permita um ambiente de partilha e de facilitação de contactos, que está garantido pelo tradicional e reconhecido “saber receber” dos minhotos, neste caso corporizados pelo município de Viana do Castelo.

 

BREVE ENQUADRAMENTO DO EVENTO

O processo dos encontros dos investidores portugueses na diáspora, subordinado ao tema “Conhecer para Investir”, foi lançado com o Iº Encontro, que decorreu em Sintra, em dezembro de 2016, com elevada afluência de participantes e com resultados e retorno muito positivos. Com esta iniciativa, e em estreita cooperação com numerosas entidades nacionais, regionais e locais, públicas e privadas, pretende-se promover a dinamização do tecido empresarial da diáspora portuguesa e do seu duplo potencial, enquanto origem de fluxos de investimento e destino de iniciativas de diversificação de mercados por parte de empresários portugueses. Em benefício de todas as partes, a ideia é ir ao encontro das preocupações, questões e interesses concretos dos participantes, facultando-lhes o acesso a conhecimentos e informação em áreas-chave para os seus negócios, nomeadamente ao nível dos mecanismos institucionais de apoio ao investimento em Portugal (estando para o efeito presentes representantes das relevantes instituições e instrumentos de apoio ao investimento ou ligados às áreas funcionais que lhe estão mais diretamente associadas), facilitando-lhes o estabelecimento de redes de contacto com entidades importantes para as suas atividades económicas e também com outros investidores, proporcionando-lhes o espaço para possíveis oportunidades de negócios ou parcerias e oferecendo-lhes uma plataforma privilegiada para o diálogo, o debate, a partilha de experiências e boas práticas, e o esclarecimento de dúvidas em tempo real. Ao mesmo tempo, procura-se contribuir para fortalecer um sentimento identitário comum entre os empresários portugueses pelo mundo, independentemente dos países onde estão estabelecidos e das realidades e contextos específicos em que se inserem.

O IIº Encontro em Viana do Castelo insere-se numa lógica de continuidade e consolidação, ao mesmo tempo que contará também com valências temáticas adicionais que lhe conferirão grande interesse e valor acrescentado e refletem a realidade do mundo globalizado, crescentemente competitivo e em modernização acelerada, no qual é indispensável que os empresários da Diáspora se insiram, criando novas parcerias e novas redes. Nesse sentido, a agenda e a participação foram alargadas a áreas tão importantes como as novas tecnologias, as redes de “networking” e interação da comunidade portuguesa nos países em que se integram, o universo académico (em Portugal e as redes universitárias portuguesas no estrangeiro) e a cooperação regional e transfronteiriça.

 

Carta-Convite do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

Projeto de Programa do IIº Encontro de Investidores da Diáspora (Viana do Castelo, 15-16 dezembro 2017)

  • Partilhe