Edição

Noite
do Fado 2018

Por ocasião da celebração anual feita ao Fado, a França receberá três esp ectáculos que prometem comover o público, em Saint Étienne e em Lyon, com as vozes dos fadistas Diogo Rocha e Carla Linhares, acompanhados pelos guitarristas Ricardo Martins e Ivan Cardoso. O Fado, reconhecido pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade, não só é um género musical e um símbolo de Portugal, como também é património de todos. Por isso, se pretende partilhá-lo e promovê-lo, junto dos alunos, da comunidade académica e do público em geral.

Este evento realiza-se pelo 6ºano consecutivo e além da sua elevada dimensão e do apelo que faz à valorização da cultura portuguesa, envolve também a participação dos alunos de Estudos Portugueses da Universidade Jean Monnet.

Entre as várias atividades programadas (exposição sobre o Fado, conferências, etc.), a 6ª Edição da Noite do Fado contará também com duas intervenções: às 10h com o Deputado Dr. Paulo Pisco e às 16h com o Senhor Cônsul-Geral de Lyon, Luís Brito Câmara, na Universidade Jean Monnet.

É de referir que este evento é organizado em conjunto pela Universidade Jean Monnet, a Associação Cultural Portuguesa
(ACP) e o Instituto de Língua e Cultura Portuguesa (ILCP), havendo assim 3 espetáculos:

Às
19h30 de
15 de fevereiro de 2018 o primeiro concerto de Fado, realizado pelo Leitorado de Português do Instituto
Camões, ocorrerá na igreja Chapelle de l’Hôpital de la Charité, em Saint-Étienne. Segue-se o espectáculo organizado pela ACP no dia 16 de fevereiro e por fim, a última atuação dos fadistas será em Lyon no dia 17 de fevereiro.

Artistas

Carla Linhares nasceu na cidade de Viseu a 24 de Março de 1980. Frequentou durante sete anos uma escola de música onde depressa os instrumentos musicais, juntamente com a sua grande admiração pela Diva do Fado,
lhe aguçaram a vontade de cantar…

Inscreve-se em diversos concursos, como “ O Fado mora na feira “, em 2002 na Feira Popular de Lisboa e na segunda Operação Triunfo realizada em Portugal em 2003. Em 2005 e 2006 seguiram-se participações nas Grandes noites de Fado de Lisboa e do Porto, nos palcos do Teatro S. Luís (Lisboa), da Casa da Música (Porto), Aula Magna (Lisboa) e no Teatro Sá da Bandeira em Santarém. A televisão também fez parte do seu percurso, nomeadamente nos programas Você na TV da TVI, Portugal no Coração e Verão total da RTP Canal 1. Carla Linhares atuou pelo país e fez digressão pela França, Suíça e Brasil.

Da sua passagem no grupo de Fado “Senhora da Beira”, resultou um trabalho discográfico particular intitulado “do Choupal até
Alfama”. Está em estúdio o seu projeto a solo, previsto para inicio do ano de 2018, um álbum onde se pretende o transporte na íntegra da sua vivência e personalidade.

Diogo Rocha começou a cantar com 10 anos de idade e aos 12 foi vencedor da grande noite do fado no coliseu dos recreios, desde aí começando a pisar palcos um pouco por todo o mundo e trabalhando com grandes nomes do fado tais como: Fernando Mauricio, Celeste Rodrigues, Cidália Moreira ,Artur Batalha, Maria Armanda, Maria da Nazaré, Ricardo Ribeiro, entre outros.

Diogo Rocha é atualmente proprietário de uma das emblemáticas casas de fado em Lisboa situada em Alfama tendo por nome: Coração da Sé! Neste local, o fadista atua todas as noites, mostrando ser detentor de uma voz poderosa com um sentimento profundo do tradicional fado castiço.

Ricardo J. Martins é um músico multi-instrumentista e autodidacta. Além de acompanhante de fadistas partilha a sua guitarra como músico de estúdio e como solista de onde surgiu em 2014 o seu primeiro disco em solitário com título homónimo "Ricardo
J.Martins" de onde se descanta o tema original "Danças na Eira". Em 2017 lança o seguinte disco apenas feito de originais com o titulo "Cantos e Lamentos" de onde se destacam os singles "Corre Corre Corridinho", "Tocar-te" e "A Guerra Parte 1:
Amanhecer". Além disso já teve o privilégio de partilhar o palco com grandes nomes da poesia, teatro como por exemplo: Ângela Pinto, Maria do Céu Guerra, José Fanha, Irene Flunser Pimentel (Prémio Pessoa 2007), e também da música, como Marco Rodrigues, Pedro Moutinho, Diamantina, Filipa Cardoso, Isabel de Noronha, Ilda Maria, Ana Sofia Varela e Viviane. Com Viviane participou também nas sessões de gravação dos discos “Dia Novo” e “Confidências”, nos temas: “Do Chiado Até ao Cais”, “Era a Voz que Salvava” e “Fado do Beijo”, sendo que dois destes temas foram singles. Pode apresentar também a minha música além fronteiras: Espanha, França, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Alemanha, Luxemburgo, Sérvia, Canadá, Estados Unidos e Cabo Verde.

Programa da 6ª edição da Noite de Fado 2018:

 

  • Partilhe